Billy homenageia empresário com título de Cidadão Sinopense

por Roneir Correa de Menezes publicado 27/11/2019 14h30, última modificação 26/11/2019 15h02
Billy homenageia empresário com título de Cidadão Sinopense

Foto: Gilson Carlos

Assessoria Câmara Municipal

 

Durante a 40ª Sessão ordinária da Câmara Municipal de Sinop, o vereador Billy Dal’Bosco (PL) apresentou o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 041/2019, concedendo título de Cidadão Sinopense ao empresário e pioneiro de Sinop, Reginaldo Vieira da Silva.

Na justificativa da matéria, Dal’Bosco citou que Silva chegou em Sinop na década de 1990, quando foi transferido para trabalhar como gestor de peças de reposição da FIAT Automóveis. Na filial permaneceu até o ano de 1997. Nesse período foi homenageado com o Prêmio Top de Peças, sendo reconhecido pela empresa como Melhor Pecista da Região Centro-Oeste.

No ano em que deixou a empresa, abriu o próprio negócio, a Zanvier Vistorias que esteve no mercado por quatro anos. Depois fundou a Loja Gaúcha e construiu o Hotel Ucayali. Nessa empresa permaneceu como diretor por seis anos e hoje é gerida pelos filhos.

Há 13 anos trabalha no ramo de locação de veículos, tendo a empresa Útil Aluguel de Veículos.

“Sempre atuou na área social como voluntário, participou das obras da Catedral Sagrado Coração de Jesus, na Paróquia Santo Antônio, participou da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais [Apae], da Associação de Profissionais de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares, trabalho esse que contribuiu para a melhor qualidade do atendimento através de treinamento efetuado em parceria com o Sebrae Sinop, para colaboradores que atuam no seguimento de hotéis, bares, pizzarias e outros e também integrou como membro a Rotary 4440”, destacou em parte do documento.

Com a empresa do ramo de locação de automóveis, Silva competiu com 145 lojas franquiadas e ficou classificado como a 4ª Melhor Franquia do Brasil.

A honraria foi aprovada por unanimidade entre os parlamentares, conferindo a ele o título de Cidadão Sinopense.